Artigos

Leite é Bom para os Ossos: Fato ou Mito?

Durante uma conferência, Dra. Sangeeta Pati, ginecologista e obstetra, especialista em reposição natural de hormônios, foi questionada sobre o leite e o cálcio por uma mãe preocupada.

Mãe: “Tenho filhos de 2 e 7 anos de idade. Devo dar leite a eles? E o cálcio?”

“O leite, orgânico que seja, só aumenta a carga tóxica. Há muitas outras opções: leite de amêndoas, leite de coco…
O leite de vaca nem sequer é uma boa fonte de cálcio. Se considerarmos os estudos feitos, a excreção urinária de cálcio aumenta com o consumo de leite e derivados e a incidência de fratura na bacia aumenta quanto maior o consumo de leite”.

“A evidência é profunda. Um ou dois gráficos dizem tudo.”

E acrescentou: “leva de 20 a 25 anos para aquilo que nós sabemos ser recomendado pela comunidade médica. Se não vai trazer dinheiro para alguma indústria farmacêutica, não vai chegar aos livros de medicina.”

Comentário: Nos países onde mais se consome leite e derivados, a incidência de osteoporose e fratura na bacia é mais elevada. Estudos publicados no livro The China Study mostram que o consumo de proteína animal aumenta a perda do cálcio na urina. O cálcio é roubado dos ossos para neutralizar a acidez causada pela proteína animal.

O gergelim é a melhor fonte de cálcio que se conhece. O leite de gergelim custa bem menos que o leite de vaca, é rápido para preparar e o cálcio é bem assimilado, ou seja, não é excretado na urina.

Compare:

LEITE DE VACA (1 COPO) LEITE DE GERGELIM* (1 COPO)
302 mg de cálcio, que vão para o vaso sanitário, juntamente com o cálcio roubado dos seus ossos 331 mg de cálcio, totalmente assimilável

*Feito com uma medida de sementes de gergelim hidratadas para três medidas de água.