Artigos

Enema de Café

O enema de café consiste em introduzir de 250 a 1000ml de café pelo reto e reter por 15 a 30 minutos. O café é absorvido no cólon sigmoide e no reto e transportado através do sistema venoso portal para o fígado.

Em 1920, cientistas alemães detectaram, em testes com ratos, que alguns componentes do café, como a cafeína, teobromina e teofilina, quando administrados pelo reto, dilatam os vasos sanguíneos e os dutos da bile. Médicos e cientistas na Universidade de Minnesota, EUA, observaram que o enema de café aumenta a produção de glutationa de 600 a 700% e estimula a produção de bile.

A glutationa é uma enzima produzida no fígado, reconhecida como o antioxidante mais eficaz no combate aos radicais livres. Considerando que a cada três minutos todo o sangue passa pelo fígado, durante o período em que o café é retido no cólon sigmoide, o sangue será filtrado pelo fígado de 5 a 10 vezes, deixando toxinas e radicais livres que serão neutralizados pela glutationa e transportados para o intestino através dos dutos da bile para serem eliminados. Em outras palavras, o enema de café promove a desintoxicação do fígado e de todo o sangue.

Por todos esses benefícios e baixíssimo risco, os enemas de café vêm sendo utilizados em clínicas de desintoxicação em todo o mundo, sendo parte integral de protocolos de tratamento natural de câncer como os de Dr. Max Gerson e de Dr. Donald Kelly.

Os benefícios do uso terapêutico do enema de café são inúmeros: maior bem estar, mais energia, melhora nas funções digestivas, nas funções linfáticas e na produção hormonal.
Melhora memória, foco e atenção.